RESENHA: BALADA 80 (DENISE BARBOSA) | por Carol Sant

Boa tarde, pessoinhas!
Tudo tranquilinho com vocês? Sim?
Hoje venho falar sobre um livro que tem uma história muito, mas muito fofa  e claro, MUITO engraçada (eu fiquei morrendo de amores quando chegou aqui em casa, principalmente por conta da capa, que é maravilhosa). Estou falando de "Balada 80", da autora Denise Barbosa e que foi publicado pela Editora Young, eu li e estou aqui para conversar com vocês a respeito dele. Bora?!


Bom, o livro vai contar a história da Vanessa, uma menina que está estudando e é apaixonada por Ricardinho, um garoto muito culto e fascinado por filmes e principalmente músicas dos anos 80. Quando o sonho de se aproximar do garoto começa a se tornar realidade, Vanessa começa a perceber que se realmente quiser conquistar Ricardinho terá que sair da sua zona de conforto, pois a garota vive em seu mundinho de músicas atuais, tecnologias super avançadas e gírias que estão na moda.
Então Vanessa começa - mesmo a contragosto - conhecer as músicas e filmes daquele época (alias, época de sua mãe, a qual Vanessa sempre fez tantas brincadeiras sem graças), mas, a garota é pega de surpresa quando um acidente horrível acontece com seu pai e é quando a garota começa a desanimar das coisas da vida, e de repente Vanessa é transportada para os anos 80 de uma forma um tanto quanto inusitada, o que ela não sabe é que lá ela terá momentos e aprendizados inesquecíveis!


O livro tem uma narrativa super leve e uma escrita muito fluída, o que te faz virar uma página atrás da outra. Eu li o livro em um ótimo lugar, pois estava na praia, o que combinou super com o espírito do livro, por ser uma leitura super leve de se ler, muito bom para se ler em maratonas.
A autora conseguiu colocar um toque de humor no livro que eu amei, a protagonista passa por cada situação que você chega a não acreditar. Eu adorei a leitura, apesar de ter percebido que a faixa etária do livro não é muito para mim (que já tenho quase 20 anos) e mais para jovens com seus 13/14 anos de idade.


Uma única coisa conseguiu me incomodar no livro - o que creio que tenha a ver com o pessoal da editora realmente - que foi o espaçamento entre uma linha e outra, na foto abaixo mostro algumas diferenças:


Tirando esse pequeno detalhe achei o livro muito bem escrito e muito bem produzido. Também é um livro que eu mega indico para quem está a fim de começar a ler mas não sabe por qual livro começar, enfim, leitura recomendada.
Classificação: 
 Alias, eu criei uma playlist para o livro lá no meu spotify e vou deixar o link para vocês conferirem, vasta clicar AQUI!
Beijos da Cah 

RESENHA: QUASE ACASO (ANDRÉ TRESSOLDI) | POR CAROL SANT

Boa tarde, seus lindos!
Tudo belezinha com vocês? Sim? Então beleza!
Hoje venho resenhar um livro que li a algum tempinho já, mas que finalmente venho comentar com vocês. Estou falando de "Quase Acaso", do autor André Tressoldi; bom, vamos começar?! Então vamos lá.


Reinaldo é apaixonado por Vânia sua amiga de faculdade, porém a moça tem um namorado com quem pretende se casar acima de qualquer coisa. Reinaldo veio de uma cidade pequena para a cidade grande em busca de fazer uma boa faculdade e se tornar alguém melhor e com boas condições, e claro, em busca de uma vida melhor não só para si mesmo mas para sua mãe que ficou na cidadezinha onde ele morava. Desiludido com Vânia, o homem decide desistir de seu amor pela moça que arrebatou seu coração.


Acontece que Reinaldo se torna um doutor em educação muito renomado não só no Brasil como também fora dele, pois, é frequentemente convidado para palestras em vários lugares pelo mundo, mas, apesar de ter conseguido a tão sonhada vida boa, os anos passaram e seu amor por Vânia ainda continua intacto, junto dele.
Porém, a vida de Reinaldo pode começar a mudar a seu favor quando o mafioso Guiseppe Fiorentini aparece com um plano inusitado que pode ajudar o amigo, que há muito nem sabia existir.


O livro é bem curtindo com apenas 167 páginas, a narrativa do autor é bem fluída e fácil de ser lida e interpretada, a história consegue te prender de uma forma um tanto quanto inexplicável. Os conflitos que surgem ao decorrer da leitura foram bem pensados e resolvidos com cuidado, sem deixar pontas soltas, porém, em algumas partes da história me senti um pouco travada em continuar com a leitura, como se eu não conseguisse avançar no livro e isso acabou por me incomodar bastante!


No geral, o livro foi bem escrito e é uma história um tanto quanto inusitada realmente (mas de uma forma boa), eu achei que o autor poderia ter dado um final diferente ao livro, pois confesso que não curti muito, mas no entanto, é um ótimo livro com uma ótima história. Recomendado!
Classificação: 
Beijos da Cah